Como reduzir a manutenção corretiva?

manutenção corretiva

Como já referimos anteriormente, a manutenção corretiva pode ser mais adequada para determinados equipamentos ou cenários (veja aqui as vantagens e desvantagens da manutenção corretiva). Mas, mesmo nessas circunstâncias, é possível gerir melhor as suas intervenções. Com isto em mente, definimos uma lista para ajudá-lo a reduzir a manutenção corretiva:

  • Providenciar as ferramentas adequadas

As ferramentas de trabalho são essenciais, tanto para uso pessoal como coletivo, de modo a que todo o staff possa agir de forma rápida e eficaz. A utilização de um software de gestão de manutenção pode ser uma solução adequada, pois disponibiliza todos os manuais e documentos referentes a equipamentos e instalações num único local e de fácil acesso. O software reúne ainda relatórios importantes, integração com outros sistemas e recursos avançados de monitoramento ou previsão, o que pode ajudar os técnicos a desempenharem melhor o seu trabalho;

  • Apostar na equipa

Faça o seu melhor para trabalhar com técnicos qualificados, treinados para agir de forma rápida e eficiente em todos os tipos de falhas e possíveis avarias. Coaching ou formação vocacional extra são apenas algumas ideias que podem ser implementadas. É realmente importante que a equipa esteja motivada e que trabalhe para atingir os mesmos objetivos. Isso levará a um maior número de avarias resolvidas com sucesso e a uma menor probabilidade de repetição;

  • Educar o staff

Qualquer utilizador dentro da organização deve poder reportar avarias. Mesmo o staff que não faz parte da equipa de manutenção deve ser capaz de detetar potenciais problemas de manutenção e denunciá-los. Por exemplo, um ruído incomum durante o funcionamento de uma máquina pode sinalizar uma possível avaria. Para resolver este problema, os funcionários podem usar o software de manutenção. Isso tornará mais fácil aos gestores a atribuição do técnico mais apropriado para esse problema específico;

  • Automatizar as tarefas dos técnicos

De acordo com o seu tipo, as avarias devem ser automaticamente atribuídas ao técnico mais apropriado. Por exemplo, quando ocorre uma falha no sistema elétrico, esta deve ser automaticamente atribuída a um eletricista. Se a falha for no sistema de água deve ser atribuída um canalizador, e assim por diante;

  • Otimizar a carga de trabalho da equipa

Uma boa solução para realizar a manutenção corretiva é agendar tarefas, analisando as datas de ordem do trabalho. Isso permitirá definir o que é prioritário e, como sabemos, uma equipa de manutenção mais eficiente vai otimizar as capacidades do trabalhadores e reduzir as horas extras desnecessárias;

  • Verificar e organizar avarias

É importante que a equipa e os gerentes possam verificar, facilmente e em qualquer lugar, a lista de avarias e o seu estado atual. Eles têm que saber exatamente o que já foi feito e o que tem de ser feito;

  • Manter um bom stock

É crucial ter um bom stock de equipamentos e materiais. Os técnicos precisam deles à mão para realizar as reparações sem perder tempo;

  • Preservar os ativos

Quando a manutenção corretiva é realizada, o equipamento deve ser inspecionado. Isso ajudará a identificar o motivo da avaria e a tomar medidas para eliminar ou reduzir a frequência de falhas similares no futuro. Mais uma vez, um software de gestão de manutenção como o Infraspeak pode facilitar o trabalho dos técnicos, uma vez que lhes permite consultar, de forma fácil e rápida, as últimas intervenções e as avarias repetidas. Essas inspeções devem definitivamente ser incluídas no plano de trabalho.

—-

A manutenção corretiva nem sempre é adequada, mas definitivamente tem os seus benefícios. Dependendo do nível de manutenção e das funções do equipamento, pode até ser a melhor solução. Organizar as operações de manutenção corretiva fará com que reduza o tempo de inatividade, a necessidade de horas extras, os problemas inesperados, as despesas desnecessárias e, acima de tudo, que economize muito dinheiro.

Há diversas opções quando se trata de estratégias de manutenção. A solução passa por considerar os prós e os contras de cada uma e selecionar aquelas que são mais adequadas para a sua empresa. Um dos nossos conselhos é que a Manutenção Corretiva seja sempre gerida como algo estratégico e não catastrófico. Esta é a melhor forma de definir o plano de trabalhos e alocações adequadas.

Verifique como o Infraspeak pode ajudá-lo a otimizar a manutenção corretiva.