A Brasanitas Hospitalar é uma empresa pioneira e líder em facility management na área da saúde, com mais de 30 anos de experiência. Conta com profissionais especializados e oferece uma gestão multidisciplinar sob a supervisão de enfermeiros e especialistas em hotelaria hospitalar. São mais de 8.200 colaboradores, que atuam em 76 grupos de saúde e gerem mais de 9 mil camas por todo o território brasileiro. 

 

Os processos operacionais da Brasanitas Hospitalar possuem o selo do Instituto Qualisa de Gestão (IQG), a validação da Sociedade Brasileira de Hotelaria Hospitalar (SBHH) e cumprem os requisitos exigidos pelos órgãos reguladores – como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária Brasileira (ANVISA) – e pelas acreditações da Organização Nacional de Acreditação, CCHSA e JCI Brasil. A empresa também tem certificações de acordo com as normas internacionais ISO 9001 para Sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ). 

 

Sendo a saúde um segmento essencial na vida das pessoas, todos os serviços que lhe estão associados evoluem permanentemente e são cada vez mais digitalizados. Com o aparecimento da pandemia COVID-19,  o setor da saúde teve de procurar soluções para  melhorar os níveis de eficiência de cada uma das instituições. Uma das soluções encontradas foi o aumento de recursos humanos e logísticos, sobretudo para fazer face às exigências e complexidades relacionadas com os processos de limpeza, desinfeção e combate à propagação do vírus em ambiente hospitalar. 

 

Para garantir total confiança nos serviços de facility management que oferece ao setor da saúde e acompanhar a tendência da evolução tecnológica, a Brasanitas Hospitalar muniu as suas operações de profissionais qualificados; equipamentos e produtos desinfetantes adequados; e uma solução tecnológica capaz de integrar todos os processos (da desinfeção das instalações aos serviços de lavandaria) e assegurar elevados padrões de higiene: a Infraspeak, uma plataforma inteligente de gestão de manutenção

 

A Operação da Brasanitas Hospitalar no Hospital Ministro Costa Cavalcanti na Foz do Iguaçu

A Brasanitas Hospitalar atua em mais de 420 clínicas e laboratórios e em mais de 260 hospitais, incluindo o Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), na Foz do Iguaçu, no estado brasileiro do Paraná.

 

O HMCC é um complexo hospitalar com 24 mil m² e 202 camas. Conta com Serviços de Urgência, Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), Laboratório de Análises Clínicas 24 horas,  Serviço de Imagiologia e está equipado com as últimas tecnologias de Medicina Nuclear. 

 

Destaca-se também pelos serviços de alta complexidade. O HMCC criou o primeiro serviço de cirurgia cardiovascular da Foz do Iguaçu, que atualmente é um serviço de referência regional, assim como uma unidade dedicada ao tratamento contra o cancro. O Centro de Oncologia dispõe de radioterapia, quimioterapia, braquiterapia, unidade de internamento, consultórios, salas de curativos, de observação e até uma brinquedoteca para as crianças em tratamento. 

 

Outra referência do HMCC é o Centro Materno-Infantil, que concentra o Centro Obstétrico e a UCI Neonatal, assegurado por uma equipa médica especializada e dedicada 24 horas aos cuidados com as gestantes e recém-nascidos.

Caso de estudo Brasanitas - Infraspeak

 

Pode um hospital deste nível de complexidade e exigência atribuir todo o facility management a um único fornecedor? Será que esse fornecedor é capaz de garantir que tudo funciona em conformidade com as normas e os regulamentos existentes, sobretudo em contexto de pandemia?

A  resposta é: sim, sem dúvida! 

A Brasanitas Hospitalar presta facility services especializados em: 

  • Higienização e Desinfeção de Ambientes
  • Recolhas de Resíduos
  • Rouparia
  • Hotelaria
  • Serviços de Apoio
  • Manutenção de Infraestrutura Hospitalar
  • Manutenção de Áreas Verdes
  • Gestão de Subcontratados
  • Controlo Integrado de Pragas

 

E, desde julho de 2015, é a parceira estratégica de facility management do HMCC. Uma equipa de 94 profissionais especializados presta serviços de higienização terminal [uma higienização total, por ex, após a alta de um paciente] e concorrente [limpeza diária], tratamento de pisos, recolha de roupa suja e de resíduos hospitalares, além da distribuição de roupas e fardas da rouparia central para cada uma das diversas unidades do hospital. 

 

A Brasanitas Hospitalar permitiu eliminar a complexidade de gerir vários fornecedores e introduziu uma visão mais integrada ao planeamento operacional. Dessa forma, o HMCC consegue centrar-se no mais importante: os seus pacientes. 

 

A prioridade da equipa da Brasanitas Hospitalar que trabalha no HMCC é prestar o melhor atendimento, criando um ambiente hospitalar cuidado, limpo e seguro para os pacientes, visitantes e colaboradores. Para isso, conta com um aliado tecnológico: a Infraspeak. Implementada em 2021 no segmento hospitalar, a plataforma possibilita  “a recolha, em tempo real, de indicadores capazes de apontar diretrizes para a otimização contínua dos processos operacionais”, afirma Katlin Araújo, Supervisora de Operações Brasanitas. 

 

Antes da Infraspeak…

A Brasanitas Hospitalar não estava 100% satisfeita com o grau de confiança que transmitia ao HMCC em relação ao desempenho das suas equipas e à qualidade dos serviços prestados. 

A ambição era oferecer relatórios completos das atividades contratadas e ter acesso a indicadores de performance que permitissem detetar oportunidades de melhoria. No entanto, o trabalho administrativo e a informação dispersa em vários papéis e dossiês tornava a meta difícil de alcançar.

 

Garantir a confiabilidade da informação

Antes da implementação da Infraspeak, segundo Liliana Nunes Mello, Gerente Técnica Operacional Hospitalar, “os registos das limpezas concorrentes e terminais eram feitos manualmente e, por isso, mais suscetíveis a erros e perdas de informação. Além disso, o sistema anterior não permitia anexar imagens após a realização de um serviço”.

 

Dar resposta imediata aos pedidos 

O registo manual dos serviços prestados também prejudicava os tempos de reação da equipa a pedidos ou avarias. E, em tempos de pandemia, a resposta às diferentes solicitações tinha de ser mais ágil do que nunca. 

Oferecer ao cliente um controlo efetivo

Sem toda a informação centralizada, a Brasanitas Hospitalar e o HMCC não tinham como monitorizar, em tempo real, as operações realizadas. Assim, não conseguiam acompanhar o desempenho da equipa, a duração dos processos e a qualidade do serviço prestado de forma rigorosa. 

 

O que mudou com a Infraspeak? 

Depois da implementação da Infraspeak nas operações de higienização no HMCC, em 2021, a Brasanitas Hospitalar notou melhorias na gestão dos processos operacionais, no mapeamento da produtividade da equipa e na qualidade do serviço prestado. 

Adicionalmente, com a Infraspeak, a Brasanitas Hospitalar conseguiu responder a uma das principais preocupações do HMCC: garantir sinergias. Sinergia entre os âmbitos e as equipas envolvidas nas rotinas diárias e os software utilizados e já padronizados para a área hospitalar.

 

Equipas autónomas e de atuação rápida

Com a Infraspeak, todas as equipas podem ser notificadas numa única plataforma. Recebem notificações instantâneas assim que um pedido é feito ou que uma avaria é reportada, têm acesso fácil a toda a informação de que precisam para fazer o seu trabalho e conseguem confirmar a presença no local, através do check in online via QR Code. 

 

Visibilidade total sobre as operações

Com apenas alguns cliques, o gestor consegue aceder a indicadores de desempenho e mapear facilmente a produtividade da equipa, a duração e os custos de cada processo. Assim, consegue otimizar a alocação de recursos e mitigar os impactos financeiros relacionados com multas por incumprimento de SLAs. 

 

Sinergia entre todas as partes da operação

A Infraspeak permitiu combinar todas as partes da operação de higienização no HMCC. “A sinergia entre os âmbitos e as equipas responsáveis, internas ou subcontratadas, e todos os envolvidos nas rotinas diárias, é uma das principais vantagens da utilização de uma plataforma inteligente como a Infraspeak.”, salienta Ivan Carlos Ferreira, Gerente de FM e Inovação Tecnológica.

 

De que forma a Infraspeak ajudou a dar resposta aos desafios do combate à COVID-19? 

No contexto da pandemia, as equipas de limpeza hospitalar assumiram um papel crítico no combate à propagação do vírus. 

“Faz parte da cultura da Brasanitas Hospitalar consciencializar os colaboradores sobre a importância do seu trabalho de limpeza e conservação, e a sua contribuição para a recuperação de pacientes num cenário de pandemia.”, refere Elaine Lima, Diretora da Unidade Hospitalar.



O grupo adotou novas instruções técnicas de trabalho, equipamentos e produtos desinfetantes adequados. A dosagem necessária para uma redução significativa dos microrganismos prejudiciais à saúde é controlada através de estudos e análises químicas. “A nossa área técnica dispõe de especialistas que avaliam constantemente  os processos e fazem as adaptações necessárias.”, destaca Liliana Nunes Mello, Gerente Técnica Operacional Hospitalar.

 

A Infraspeak também foi uma aliada importante da Brasanitas Hospitalar no esforço diário de garantir um espaço hospitalar seguro para os seus pacientes. “A Infraspeak tem sido muito útil durante a  pandemia. Com os indicadores, conseguimos recalcular mapas de frequências e os tempos operacionais de forma eficiente.”, salienta Katlin Araújo, Supervisora de Operações Brasanitas. 

Caso de estudo Brasanitas - Infraspeak

 

Na Infraspeak, a Brasanitas Hospitalar faz a gestão da limpeza terminal, concorrente e de camas, a gestão de pedidos e a gestão de stocks de forma organizada, inteligente e integrada. 

Através de Inteligência Artificial (AI) e machine learning, a Infraspeak é capaz de reunir todos os dados gerados pela equipa e pela operação e transformá-los em planos de ação concretos. Ao longo da sua utilização, a plataforma faz uma aprendizagem que permite encontrar todo o tipo de padrões nos dados recolhidos e, assim, gerar sugestões inteligentes, automatizar fluxos de trabalho e criar alertas para situações críticas. Essa inteligência tem um impacto real nas operações, nomeadamente no controlo, eficiência, confiabilidade e qualidade de serviço – aspetos críticos em ambiente hospitalar e, sobretudo, no contexto da pandemia. 

A plataforma permite ainda envolver toda a equipa da Brasanitas Hospitalar. O staff faz check in online no smartphone e tem toda a informação disponível na ponta dos dedos. Os gestores e encarregados verificam o estado das tarefas e recebem notificações se faltar alguma coisa. Não precisam de esperar por um relatório escrito e podem dar apoio remoto na hora. Os clientes da Brasanitas, por sua vez, podem acompanhar o progresso em tempo real no seu painel e  saber o que está a acontecer nas suas instalações a cada momento.

Como parceiro de serviços integrados, a Brasanitas Hospitalar segue os procedimentos e as melhores práticas globais, recorrendo à mais recente tecnologia inteligente para inovar constantemente e proporcionar uma experiência segura e agradável aos pacientes, visitantes e colaboradores do HMCC. 

 

 

Porquê a Infraspeak?

“Queríamos uma solução que nos permitisse alcançar uma verdadeira sinergia entre os serviços de facility management prestados. Além disso, queríamos melhorar o mapeamento de todos os processos, sobretudo dos SLAs e dos KPIs. Na Infraspeak encontramos uma plataforma simples, intuitiva, personalizável, capaz de facilitar processos e de contribuir para um aumento da produtividade.” refere Ivan Carlos Ferreira – Gerente de FM e Inovação Tecnológica.

 

Como foi a implementação? 

A implementação da Infraspeak ficou a cargo de Fábio Manzini, Analista Técnico Operacional, que registou os ativos na plataforma, criou as parametrizações, associou os QR Codes e se certificou de que tudo ficava em pleno funcionamento. 

O processo de implementação decorreu de forma rápida, estruturada e em sinergia com a equipa de operações. Levou apenas um mês e passou por 4 etapas: elaboração de cronograma, reuniões de desenvolvimento, treino e ativação. A adoção pelos profissionais da Brasanitas Hospitalar foi integral, com mais de oito aplicações nativas em utilização e uma grande probabilidade de expandir no futuro. 

 

O que se segue?

A Brasanitas quer começar a usar mais aplicações nativas da Infraspeak, como a app de auditorias e a de gestão de documentos. Além disso, pretende usar a plataforma para o mapeamento de espaços interiores e para a integração de sensores RFID, utilizados como terminais de abertura de portas. E temos a certeza que, à medida que a Infraspeak evolui, haverá mais surpresas no futuro.