Near Field Communication: entenda o que é a tecnologia NFC

Teconologia NFC em uso por um smartphone
Tecnologia NFC sendo utilizada por meio de um aparelho smartphone próximo a uma tag NFC

A tecnologia avança tanto que, muitas vezes, nos perdemos em todas as novidades existentes no mercado e disponíveis para facilitar a nossa vida. Por exemplo: a sigla NFC soa familiar para você? Pois saiba que ela está no seu celular e sendo usada de diferentes formas para deixar mais fáceis os processos de pagamento em lojas físicas, manutenção de equipamentos e, até mesmo, nos games.

Mesmo com essas dicas você ainda não sabe muito bem do que se trata? Então continue lendo esse texto. Nós já vamos te contar tudo sobre como essa tecnologia pode te ajudar e mudar sua experiência em diferentes processos cotidianos – desde ir a um show, até na hora de fazer compras.

O que é a tecnologia NFC

A NFC (Near Field Communication) é uma tecnologia de conectividade sem fios. E você pode nunca ter notado, mas ela está bem aí do seu lado, no seu celular. A NFC tem um papel bem parecido com o do Bluetooth e permite a comunicação e troca de informações entre dispositivos.

A grande diferença entre o Bluetooth e a tecnologia NFC está na forma de conexão: o bluetooth requer um pareamento entre os aparelhos e funciona a uma distância maior. Já a NFC não exige qualquer tipo de conexão entre os dispositivos. O seu funcionamento acontece através de uma comunicação bidirecional com os aparelhos em contato ou com uma distância muito próxima um do outro, até cerca de 4 centímetros. Essa distância máxima para o funcionamento da conexão garante muito mais segurança na transação, seja ela qual for.

Na prática, a NFC funciona com um dispositivo leitor – aqui, no nosso caso, vamos usar o 

smartphone como exemplo – e as chamadas Etiquetas NFC, ou tags. Quando entram em contato, o leitor e a tag criam um campo eletromagnético que cria a comunicação necessária para gerar uma troca de informação em tempo real, seja ela o pagamento de um produto ou a validação de segurança de um equipamento de manutenção – vamos falar um pouquinho sobre os diferentes usos da NFC e leitores logo abaixo.

A Near-field Communication foi criada em 2002, desenvolvida por duas grandes empresas de telecomunicação e tecnologia, Sony e Philips, com o objetivo de implantar essa tecnologia em dispositivos móveis das próprias empresas. No ano seguinte, 2003, ela foi reconhecida pela norma ISO/IEC 18092:2013. A popularização veio em 2004, com a criação do Forum NFC, que reuniu empresas interessadas no desenvolvimento e em avançar com o uso e aplicação dessa tecnologia em diferentes segmentos.

A NFC é uma evolução da RFID, uma tecnologia de identificação por rádio frequência, que pode ser encontrada nos cartões anti-furto – aqueles mesmos que são usados em roupas, por exemplo. Essa tecnologia absorve energia e transmite uma informação de volta. A privacidade, porém, é uma questão delicada do RFID, pois uma roupa que possui a etiqueta RFID, se comprada com seu cartão de crédito, pode tornar seu cartão e a própria roupa rastreáveis.

Com a NFC a questão da segurança tem sido amplamente mais desenvolvida. A limitação da distância de 4 centímetros necessária para a comunicação entre leitor e etiqueta NFC já dificulta a interceptação do sinal. Mas, além disso, foi criado o protocolo SWP (Single Wire Protocol), que aumenta a segurança das transações entre o chip do leitor e o chip da tag NFC. 

Porém, a solução não está totalmente pronta, o que impede a sua expansão no mercado. Por conta disso, muitos desenvolvedores investem na segurança dos seus próprios aplicativos como, por exemplo, com a utilização de criptografia para as transações.

A velocidade da comunicação entre os dispositivos é um dos pontos que torna a NFC tão interessante para diversos mercados. Algumas empresas precisam ter acesso a informações de forma rápida e em tempo real. E com a NFC é possível. Mas logo abaixo vamos falar mais sobre a aplicação dessa tecnologia em diferentes mercados e como ela pode ajudar o seu negócio.

Padrões e regulamentações da NFC

Quando novas tecnologias e inovações são criadas, um dos fatores que mais ajuda na sua popularização – e investimento de grandes empresas – é o diálogo. Discutir sobre novas soluções técnicas e envolver profissionais, principalmente de tecnologia, contribui para a evolução e a criação de novas propostas de melhorias.

NFC Fórum

Com a NFC não foi diferente. Um dos grandes influenciadores da evolução dessa nova tecnologia no mundo foi – e ainda é – o NFC Forum. Criado um ano após o desenvolvimento da NFC, em 2004, ele reúne empresas e organizações que se interessam por expandir a tecnologia no mundo para discutir sobre a sua evolução e aplicabilidade em situações cotidianas.

O NFC Forum é chamado, também, de um consórcio global. Ele conta com a presença de bancos, empresas de transações financeiras, e companhias de desenvolvimento de softwares e hardwares. Alguns dos grandes nomes que fazem parte são LG, Samsung, Paypal, Visa, Mastercard, Nokia, Motorola, Sony Ericsson, Toshiba, American Express e Intel.

O projeto StoLPaN

Outra associação que junto com diversas indústrias contribuiu para o desenvolvimento da NFC é a StoLPaN. Ela funcionou de 2006 a 2009 e teve orçamento de mais de 8 milhões de euros para trabalhar no desenvolvimento e na segurança de operações realizadas em celulares com NFC. Os dois principais objetivos desta associação eram multiplicar as operações e transações financeiras via NFC e, também, elaborar um processo de vendas mais inteligente no varejo.

A associação criou um protótipo de sistema de pagamento mobile e, também, uma solução completa para melhorar o ambiente de compra e vendas do varejo, O propósito era melhorar a experiência de compras do consumidor e aumentar a eficiência do processo de vendas.

Além da criação desses protótipos, o tempo de pesquisa e dedicação a entender e desenvolver mais a NFC fez com que o consórcio chegasse a algumas conclusões importantes sobre esse mercado. Uma delas é que a aceitação dessa nova infraestrutura é um pré-requisito fundamental para a expansão do mercado. Eles acreditam que países que já usam cartões com chips têm mais potencial para a aplicação de pagamentos via contato, por exemplo.

Outro ponto levantado foi a importância de se investir em NFC para o transporte público, já que é um mercado que merece investimento público e, por conta disso, teria mais possibilidade de conseguir aportes financeiros para tal.

Regulamentação ISO

De acordo com o NFC Forum, duas normas ISO regulamentam a NFC. 

  1. ISO/IEC 18092, para telecomunicações e troca de informações entre sistemas Near Field Communication – Interface e Protocolo.
  2. ISO/IEC 14443-4:2018 para cartões e dispositivos de segurança para identificação pessoal por proximidade sem contato. Para escolher qual o protocolo deve ter o leitor usado nas operações, deve se levar em consideração em qual deles opera o dispositivo NFC.

NFC na prática

Segundo uma pesquisa da FGV, o Brasil já tem mais de um smartphone ativo por habitante, somando 220 milhões de aparelhos. E este crescimento mostra, entre outras coisas, que o brasileiro está mais disposto a lidar com a tecnologia no seu dia a dia. 

O crescimento do uso de smartphones aumenta, aumentam também, as possibilidades de uso da NFC, que são inúmeras. Desde o pagamento de uma compra, validação do bilhete no transporte público a acompanhamento de máquinas de manutenção em uma fábrica. Veja algumas das possibilidades:

NFC no comércio

Esta seja, talvez, a forma mais popular mas que, também, gera mais desconfiança entre os consumidores. Pagar uma compra apenas encostando o meu celular na maquininha? Parece futurista demais. Apesar disso, o medo com a possível insegurança dessa transação pode não ser mais um problema. Segundo dados divulgados pelo Banco Central, já chega a 66% o número de transações bancárias por meio de aplicativos de internet banking e call center. Apenas em operações realizadas por celular, o volume chega a 35% do total.

Então, não dá pra negar: o brasileiro está usando a tecnologia para facilitar as ações burocráticas e inevitáveis do dia a dia. E a NFC pode ser essa tecnologia que vai levar o consumidor a deixar a carteira em casa. Apenas encostando o celular em uma máquina de pagamentos com a etiqueta NFC é possível realizar transações financeiras de forma rápida, simples e segura.

Para o comerciante, essa transação representa mais velocidade na hora do pagamento – e, consequentemente, menos filas. Para o consumidor, a rapidez e praticidade de dar mais uma importante funcionalidade ao telefone. Em São Paulo, a NFC já é aplicada no metrô para validação do bilhete de transporte ou, mesmo para consulta de saldo e recarga.

A tecnologia NFC pode ser aplicada também em cartões bancários. Dessa forma, o cliente pode pagar a sua compra apenas encostando o cartão na maquininha, muitas vezes sem a necessidade de digitar a senha. Para garantir a segurança, alguns sistemas pelo mundo limitam o pagamento sem código de segurança a um valor máximo pré-determinado.

Em eventos com grande volume de pessoas – e consequentemente enormes filas – como os festivais de música, o uso da NFC tem se popularizado e tornado a experiência ainda melhor. As pulseiras personalizadas, normalmente com fecho de uso único, têm sido usadas como sistema de pagamento integrado ao cartão de crédito nas barraquinhas de comidas e bebidas. E o público agradece! 

A praticidade de pagar a sua bebida apenas encostando uma pulseirinha no leitor diminui muito o tempo perdido com esperas e deixa maior o tempo livre para curtir shows e experiências.

O acesso em tempo real das informações contidas nessas pulseiras ajuda também na agilidade no credenciamento desses eventos e o controle de acessos a espaços VIPs.

NFC nos Esportes

Assim como em grandes festivais de música, a tecnologia NFC tem sido uma solução para outros tipos de eventos com grande volume de pessoas: os esportivos. Na copa do mundo de 2018, na Rússia, a patrocinadora oficial do evento, Visa, contabilizou um volume de 54% de pagamentos de produtos e serviços realizados com aparelhos – celulares, pulseiras ou anel – através da NFC.

Isso apenas nos cinco primeiros dias do evento. Assim como nos festivais, a velocidade do pagamento por meio dessa tecnologia é um benefício importante para quem não quer perder nem mesmo um minutinho de jogo. E quem gosta de esportes sabe como esse tempo pode ser decisivo.

Grandes indústrias esportivas, como FIFA e NBA, também estão incorporando a NFC nos seus produtos para oferecer experiências únicas aos fãs de esportes. Imagine encostar o seu celular na camiseta do seu time do coração e ter acesso a estatísticas de jogos, playlists com músicas indicadas pelo seu jogador preferido e, até mesmo, comprar por ali o ingresso de um próximo jogo? Isso é possível simplesmente com a aplicação de uma etiqueta NFC na camisa.

NFC nos games

A NFC tem sido usada também, já há alguns anos, como forma de oferecer experiências diferenciadas para gamers. Para criar uma diferente forma de interação com os jogos, a Nintendo lançou os Amiibos, miniaturas dos personagens dos seus jogos que possuem a etiqueta NFC e podem ser usados com o videogame WIi U. Ao encostar o personagem no console, ele é habilitado no jogo. Os jogadores podem, inclusive, criar combates entre diferentes personagens.

Os fãs de jogos de tabuleiro não ficam de fora. Com a aplicação da etiqueta NFC nas cartinhas de um jogo, por exemplo, os jogadores podem ter experiências diferenciadas em um partida.

NFC na manutenção

Até agora, você já deve estar bem convencido do potencial da NFC para facilitar a sua vida, principalmente, em relação a realização de transações financeira de forma rápida e segura. Mas um dos usos dessa tecnologia que tem ganhado cada vez mais adeptos é na manutenção. Como? Com a aplicação das etiquetas NFC nos equipamentos, seja em fábricas, grandes empresas, prédios, condomínios e, até mesmo, na gestão pública.

A gestão de manutenção é fundamental para diversos setores. Os gestores e técnicos tem a grande responsabilidade de manter operações funcionando – seja o sistema de segurança de um condomínio ou, até mesmo, o funcionamento correto de semáforos de uma cidade inteira. Então, imagine como facilitar, agilizar e tornar esse processo mais seguro é importante, já que garante o funcionamento correto de equipamentos, evitando problemas mais graves na operação e, até mesmo, gastos desnecessários.

A velocidade de comunicação entre a etiqueta NFC e o dispositivo de leitura é uma das grandes vantagens para empresas. Pois, em tempo real, é possível identificar e monitorar todos os seus equipamentos.

Como é um sistema super simples, não é necessário investir em grandes treinamentos para preparar a equipe para sua utilização. Além disso, por se tratar de uma tecnologia de comunicação por proximidade, é garantida a presença do técnico no local para realizar a leitura da etiqueta.

A etiqueta é resistente a materiais abrasivos, chuva e sol, o que permite a sua aplicação em qualquer equipamento exposto a qualquer condição. Sua vida útil também é enorme. São garantidas 10 mil leituras, ou seja, 27 anos de duração com leituras feitas todos os dias.

Vantagens e desvantagens da NFC

Cada dias mais, nossa vida está conectada ao nosso celular: aplicativos de internet banking, GPS, meios de comunicação com nossa família e amigos, agenda de trabalho. Tudo isso – e muito mais – reunidos em um único aparelho que está, na maior parte do tempo, ao alcance das nossas mãos. Ou você consegue sair de casa sem levar o seu celular?

E a tecnologia NFC leva mais aplicações e usos para o celular. Esqueceu a carteira em casa? Já é possível, por exemplo, pagar o almoço apenas encostando o celular em uma maquininha de pagamento ou, mesmo. a passagem do transporte público. Como a gente já disse, essa facilidade também ajuda a diminuir filas nas situações mais simples mas, também, em grandes eventos.

O preço da tecnologia também tem diminuído mais a cada dia, por conta do investimento cada vez maior da indústria em equipamentos que possuem NFC. Os smartphones com a tecnologia estão, também, cada vez mais acessíveis.

Por conta do aumento de empresas investindo nessa tecnologia, o consumidor também tem ficado mais familiarizado com essa possibilidade e todas as suas vantagens. Afinal de contas, é prático, seguro e rápido.

E por aqui estamos falando apenas de pagamentos. Mas, como já vimos, a NFC é muito versátil e pode ser usada em diversos segmentos. Desde a manutenção dos equipamentos de uma cidade a validação de presença de funcionários de uma empresa com um crachá. A sua versatilidade, aliada a praticidade do uso, vai mudar a forma como executamos tarefas simples do dia a dia. Já pensou abrir a porta da sua casa com o seu celular?

Sua maior desvantagem está relacionada a aplicação da tecnologia, que está em fase de expansão pelo Brasil. Além disso, apesar de se tratar de uma conexão segura, ainda pode gerar receio em algumas pessoas.

Os bancos, quando criaram acessos via internet ou aplicativos de celular, passaram por isso no início da aplicação. Muitos investiram em grandes campanhas publicitárias para apresentar ao público as vantagens do internet banking. Existem alguns perfis de pessoas, na verdade, que ainda não confiam nessa tecnologia. Mas, em geral, o brasileiro mudou o seu comportamento e a forma como se relaciona com seu banco. E isso pode acontecer em breve com sistemas de pagamento com a tecnologia NFC.

A expansão da NFC no Brasil depende também de uma grande mudança de hábitos. Desde manter o celular sempre carregado para não ficar “sem dinheiro” em alguma situação, até a instalação de sistemas de pagamentos que usem a tecnologia em mais lugares, seja no comércio ou em grandes eventos.

Uso do NFC para negócios

Para o usuário as vantagens da NFC já ficaram claras. Mas, quais são as vantagens dessa tecnologia para os negócios? Será que você está usando todo o potencial a favor da sua empresa?

Muito se debate sobre a diminuição de vendas em lojas físicas por conta da popularização dos sites de venda na internet. Isso provavelmente está bem longe de acontecer, afinal o brasileiro tem aquele hábito de sair para as compras. Mas, mesmo em lojas físicas, a tecnologia pode ajudar – e muito – para melhorar a experiência.

Como a gente já disse, a NFC é uma aliada importante na hora de melhorar esse momento. De acordo com dados da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), uma em cada cinco transações no mundo são feitas com pagamentos via NFC. No Brasil, Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo são as cidades onde mais transações nesse formato são realizadas,

E se para o consumidor o processo é muito mais rápido, para o comerciante essa vantagem é ainda maior, pois reduz o estresse do dia a dia de trabalho e a insatisfação dos clientes.

Mas a NFC pode ser usada também em outros negócios. Empresas de aluguel de equipamentos podem aplicar as etiquetas NFC para manter ali as informações referentes ao produto e acompanhar o estado na hora da devolução.

A verificação de presença de funcionários e prestadores de serviços é outro uso importante para diferentes mercados. Vigias e seguranças noturnos podem marcar a presença em locais de rondas obrigatória com a etiqueta NFC.

Toda a informação fica armazenada na plataforma Infraspeak, para acompanhamento completo do trabalho feito em campo. Já a versão mobile da plataforma permite que o técnico de manutenção tenha acesso a detalhes dos equipamentos que possuem a etiqueta NFC. Ainda é possível reportar qualquer problema encontrado com muito mais velocidade e, ainda, concentrar todas as informações do trabalho realizado, de forma simples, em um relatório.

Seja lá qual o seu negócio, a gente já te deu bons motivos para usar a nova tecnologia a seu favor, não é mesmo? Seja para melhorar a experiência dos seus clientes ou, mesmo, garantir a melhoria e prevenção de equipamentos, a NFC pode ser uma grande aliada para a sua empresa.

Nós podemos te ajudar com a implementação desse novo processo. Se quiser conhecer mais toda a tecnologia das etiquetas NFC da Infraspeak e os módulos de gestão, entre em contato com a gente para agendar uma demonstração. Ela é gratuita e você poderá testar todos os seus benefícios.