Quais as avarias mais comuns num hotel e como as gerir?

Hotel maintenance
Os gestores hoteleiros lidam diariamente com dezenas de avarias, repetidas vezes, que representam um alto custo de manutenção e impacto na experiência do hóspede.

Os equipamentos usados nas unidades hoteleiras têm vindo a sofrer transformações importantes ao longo dos anos. Podemos dizer que eles estão cada vez mais automatizados, complexos e com uma utilização mais intensa. Muitas vezes são caros ou implicam investimentos mais elevados, apesar de terem períodos de amortização reduzidos.

As avarias também são frequentes, e entre os fatores mais comuns para suas causas estão o envelhecimento, o desgaste, falhas mecânicas, negligências e a falta de manutenção.

Independentemente do motivo, equipamentos avariados representam custos de manutenção para as unidades hoteleiras e por isso devem ser minimizados. O bom funcionamento do serviço está intrinsecamente ligado à sua manutenção e agilidade de reparação, que por sua vez está relacionado com uma gestão hoteleira bem realizada.

Avarias mais comuns:

A utilização frequente e o tipo de equipamento utilizado faz com que a ocorrência de avarias seja algo bastante comum no dia a dia dos gestores hoteleiros. Para ter uma noção mais concreta, um hotel com 200 quartos reporta em média cerca de 1500 avarias por mês, o que dá um total de 50 avarias por dia. Um número bastante significativo, se pensarmos que estas se podem traduzir em 50 reclamações diárias.

Dados obtidos pelo Infraspeak permitem verificar que as avarias mais reportadas num Hotel acontecem em equipamentos de AVAC, instalações elétricas e sanitárias, elevadores e equipamentos disponibilizados nos quartos, tais como a televisão, mini bar e secador de cabelo.

Ao analisar essas mesmas reclamações, conseguimos identificar rapidamente a ligação às avarias reportadas. A grande maioria dos hóspedes reclama sobre o mesmo tipo de problemas: lâmpadas fundidas, interruptores e televisores danificados, sanitas e banheiras entupidas e equipamentos de ar condicionado que não funcionam adequadamente.

Gestão de manutenção para reduzir gastos com avarias

Se as avarias são em grande parte o motivo das reclamações, porque não solucionar o problema?

Muitas delas requerem ação imediata. Ou seja, um plano de ações corretivas, com objetivo de eliminar a avaria e minimizar o descontentamento provocado pela mesma. A manutenção corretiva é fundamental para este tipo de situações, uma vez que articula um conjunto de medidas que solucionam o problema no imediato.

No entanto, resolver o problema rapidamente não garante que o mesmo não volte acontecer. É importante identificar a causa para assim evitar a sua ocorrência no futuro.

Um ar condicionado com problemas de ruído ou com o filtro entupido revela problemas de manutenção preventiva. Da mesma forma, um interruptor que não funciona ou uma lâmpada derretida sugere falta de vigilância dos aparelhos ou necessidades de renovações.

Gerir avarias passa por escolher os meios de prevenir, corrigir ou substituir determinados equipamentos, tendo em conta os custos associados. Quando o responsável concentra os seus esforços apenas na correção do problema, ele elimina automaticamente a possibilidade de conseguir prever o problema e assim impedir a reclamação.

A utilização frequente dos equipamentos e a constante ocorrência de avarias, faz com que seja necessário, cada vez mais, uma solução robusta e eficiente na gestão de manutenção e avarias. Com um software de manutenção hoteleira como o Infraspeak poderá gerir a manutenção do seu hotel de forma otimizada, eliminando facilmente as reclamações dos seus hóspedes, e poderá reportar e acompanhar diretamente todas as avarias do seu hotel.

Quer saber mais?

Fale com um especialista em manutenção e gestão de infraestruturas através do nosso website.