Os 5 maiores desafios no facility management em 2019

No mundo do facility management, há sempre novos desafios e condicionantes, o que significa que os gestores têm de se manter atualizados e adaptar-se a novos paradigmas e tecnologias. É essencial identificar estes problemas e tentar ultrapassá-los da forma mais eficaz possível.

Neste artigo, listamos os 5 principais desafios no facility management em 2019 para o/a guiarmos e o/a ajudarmos a tomar as melhores decisões.

1. Gerir avarias de forma eficiente

Eficiência na reparação de equipamentos avariados é imprescindível para boa gestão de infraestruturas/manutenção; além disso, os clientes são cada vez mais exigentes relativamente a tempos de reparação de avarias, pois não podem deixar que as suas operações fiquem paradas ou condicionadas por causa de equipamentos não funcionais.

Investir num sistema de gestão de manutenção para centralizar informação, monitorizar todo o trabalho diário, agilizar a comunicação e ajudá-lo/a a monitorizar SLAs, por exemplo, é algo que todas as empresas de FM deviam estar a considerar neste momento, se não querem ficar atrás da concorrência.

2. Gestão de expectativas

Por falar nas exigências dos clientes, convém saber que gerir as e suas expectativas é um desafio por si só. Um serviço excelente acontece quando a qualidade do serviço dado excede as expectativas do cliente — é, portanto, importante que o que os gestores estejam cientes dos resultados esperados pelos clientes (e de que forma a sua própria comunicação está a influenciar essas mesmas expectativas) e fazer o possível para prestar um serviço que o cliente considere positivo.

3. Controlo de custos

É comum os gestores serem pressionados para fazer mais com menor orçamento, para pouparem dinheiro às empresas e lidar com restrições de orçamento. É certo que reduzir custos e manter a eficiência não é tarefa simples, mas há várias formas de o fazer — é possível, por exemplo, melhorar a gestão de stocks e negociar preços com fornecedores, realizar auditorias energéticas para identificar possíveis desperdícios de energia que possa eliminar dos edifícios que gere, ou investir em tecnologia que o ajudará a poupar dinheiro a longo prazo.

4. Gestão de tempo

Ir a reuniões, atender chamadas, escrever e-mails, fazer orçamentos, coordenar uma ou várias equipas, realizar auditorias, negociar com fornecedores, ou até ir a conferências e feiras para crescer a nível profissional (compilámos recentemente o top 10 de conferências sobre facility management que não pode perder em 2019, saiba quais são). Com tudo isto — bem como acontecimentos inesperados — a acontecer diariamente, está claro que os gestores não têm a vida facilitada no que toca à gestão de tempo.

Este é outro problema que a tecnologia pode ajudar a solucionar. Um CMMS pode ser extremamente útil na gestão e priorização de tarefas, assim como na gestão de vários clientes, edifícios e/ou locais.

5. Implementação da tecnologia certa

Investir na tecnologia certa é essencial para ultrapassar a maioria dos desafios na área do facility management.

Os gestores podem(e devem!) tirar partido da tecnologia para reduzir custos, criar e gerir escalabilidade, dar às suas equipas poderes adicionais e, em última instância, aumentar significativamente o nível do seu negócio.

Escolher a tecnologia certa para as suas operações não é tarefa fácil, mas é algo que o gestor tem de fazer tão cedo quanto possível, antes que a falta dela comece a trazer prejuízo.

————————————

Ultrapassar todos estes desafios é mais fácil com o Infraspeak. Quer saber como? Visite o nosso website, ou fale com um dos nosso especialistas.