Certamente você já deve ter ouvido falar desse termo, originalmente alemão, que está em alta no Brasil: indústria 4.0. Talvez boa parte da sua fama se dê pelo cenário de produção que ele descreve, caracterizado em três aspectos principais: 

  • Novo nível de organização e controle 
  • Disponibilidade de todas as informações relevantes em tempo real 
  • Processos otimizados e organizados por meio da interconexão digital 

Hoje, quando queremos discutir sobre melhorias na gestão e ganhos na operação, é imprescindível falarmos de tecnologias facilitadoras. Afinal, a inovação dentro da lógica das empresas é o que tem se tornado o diferencial entre elas, e fator competitivo. 

A intenção desse texto aqui, não é ser mais uma explicação em outras palavras, do que é a indústria 4.0, já existem excelentes textos sobre isso. Mas a ideia, é te explicar o por quê de monitorar e controlar seus ativos, e como a tecnologia 4.0 está a serviço de melhorar essas ações, que são fundamentais para o sucesso da sua gestão. 

Investimento em monitoramento dos ativos 

Quando uma empresa começa a se constituir é natural pensar somente em quais ativos são necessários para a empresa rodar e gerar o produto final, e por só pensar nessas necessidades é que muitas vezes o negócio desanda. Isso, porque o monitoramento dos ativos, permite com que você tenha acesso à indicadores de performance e assim suas ações passam a ser guiadas por dados e não achismos, poupando gastos desnecessários à sua empresa e assertividade nas ações. 

Outro ponto importante que o monitoramento te proporciona, é identificar falhas no funcionamento do seu maquinário e em ações externas, como entregas de mercadorias ou atendimentos de serviços. 

São por essas razões que tecnologias de monitoramento devem ser consideradas desde o começo, como essencial para o sucesso do seu negócio. E se você já tem alguns anos de empresa no mercado e ainda não monitora suas ações, será que já não perdeu muito dinheiro em gargalos entre as operações? 

É preciso também, desmistificar que somente empresas de grande porte ou de operações complexas, necessitam de monitoramento. Em uma simples operação de entregas de produtos que sua frota precisa cumprir, se seus veículos não são monitorados certamente uma dessas três coisas devem estar acontecendo, se não as três: desvio de rotas gerando gastos com combustível e perda da produtividade, logo, dinheiro.

Multas de trânsito porque o colaborador pode entender que se o carro não é dele não há problema em de repente ultrapassar um pouquinho a velocidade e ter mais tempo sobrando depois, ou gastos excessivos com manutenção pois os veículos podem estar sendo conduzidos em direção agressiva. 

Empresas que possuem frotas tem entendido que a implantação de softwares de rastreamento, gestão e operação são sempre um investimento para o negócio, pois esses sistemas permitem o gestor identificar as lacunas que precisam ser fechadas e assim planejar e estruturar essas correções, construindo uma gestão propulsionadora

Atuação da tecnologia 4.0 

Considerando o cenário atual da indústria, quando falamos em monitoramento estamos falando de tecnologia 4.0 se queremos estar à frente da concorrência.  A quarta revolução é marcada pela automatização em uma escala muito maior. Com a internet das coisas, dispositivos físicos, máquinas, veículos e outros itens integrados a softwares, sensores, atuadores permitem que essas “coisas” se conectem e troquem dados tanto entre si quanto com outros atores envolvidos, automatizando e otimizando os processos. 

A integração de softwares nas operações, possibilita a captura, armazenamento e tratamento de dados de modo a transformá-los em informações legíveis e simplificadas a fim de guiar as tomadas de decisões, em busca de resultados mais assertivos. Essas informações vindas em nuvens podem ser acessadas remotamente, por meio de celulares, computadores, tablets e assim processos que não são operados dentro da organização, podem ser controlados e em tempo real. 

A vantagem de possuir um sistema que comunica no exato momento quando alguma ação é feita fora do planejado, é possibilitar intervenções em tempo hábil solucionando o quanto antes o imprevisto ou a má conduta, e assim retomar às atividades normalmente sem haver atrasos em outros processos que estão interligados. 

Quando temos que lidar com uma estrutura moldada em processos, é preciso que eles sejam bem definidos com objetivos claros, medidos e alinhados entre si. A convergência desses dados captados pelos sistemas de monitoramento, permite que diferentes setores possam trabalhar de forma sinérgica em prol do objetivo comum de maximizar os resultados. 

Gestão de manutenção facilitada 

A gestão de manutenção é uma área que em sua totalidade está interligada a outras, e é por isso que ela deve estar sempre alinhada com essas demais para que possa operar de maneira satisfatória e estratégica. 

É pensando nisso, que empresas de tecnologia tem desenvolvido ferramentas que otimizam essa comunicação entre máquinas e operadores. A inserção de dispositivos em maquinários tornando – os conectados com a internet (IoT), disponibiliza informações completas quanto ao seu desempenho, históricos de manutenção e informações técnicas.

 O fácil e rápido acesso a essas informações, garante agilidade e economia quanto ao investimento em maquinários. 

A manutenção prolonga a vida útil dos ativos, não sendo necessários novos investimentos e assim podendo investir em outras áreas que trarão vantagens competitivas a empresa. É nesse sentido que é importante buscar por sistemas de monitoramento que tragam as informações necessárias e saibam uni-las, para que você possa atuar de forma a otimizar os seus recursos já disponíveis. 

Uma das necessidades do gestor ao gerenciar uma frota, é armazenar e gerenciar informações acerca das manutenções corretivas e preditivas. Essa tarefa pode ficar muito mais fácil com a implantação de sistemas que seguem a lógica da indústria 4.0. Alguns softwares de gerenciamento de veículos integrados com rastreamento veicular, informam ao gestor quando é necessário realizar uma nova manutenção ou efetuar a troca de alguma peça após X quilômetros rodados.

Desse modo o gestor não precisa se preocupar em acompanhar as datas em planilhas, economizando tempo e garantindo assertividade. Com o rastreamento integrado, o gestor tem em mãos exatamente como a sua frota é conduzida, e assim é possível identificar quais ações estão ocasionando maiores desgastes nos veículos, e poder atuar diretamente na raíz do problema reduzindo os gastos com manutenções. 

Caso você queira saber mais sobre manutenção e gestão de ativos baixe o nosso Manual focado em equipamentos e frotas. 

Aumento da produtividade e redução de gastos 

Negócios estruturados em equipes e que se organizam em processos, precisam sempre estar pensando em como garantir uma alta performance e como evitar que haja mais gastos do que necessário. 

Bom, como vimos até aqui, é justamente com esse pensamento que as tecnologias 4.0 tem sido desenvolvidas. A inserção de tecnologias como essas, no controle dos ativos, torna os processos operacionais mais inteligentes e ágeis, permitindo que a empresa possa investir dinheiro e tempo em estratégias de crescimento e melhorias do negócio. 

Por vezes pode parecer difícil para você identificar quando o seu negócio ou área carece de investimento tecnológico ou não, por isso é interessante você analisar suas métricas de performance e compará-las com as de outros negócios ou áreas semelhantes que utilizam de ferramentas que você não possui, por exemplo. Pode ser uma boa maneira de você começar a identificar onde você está deixando de ganhar dinheiro ou até mesmo tendo gargalos. 

Por isso o monitoramento dos ativos deve ser uma prioridade para a empresa. Pois é a partir desse controle que você terá uma visão realista dos seus processos e criação de metas e planejamentos coerentes. 

Espero que agora, o termo “indústria 4.0” esteja mais prático para você e menos complexo do que o nome por vezes, aparenta ser. 

Para entender mais sobre o assunto e dar o próximo passo para entrar de vez na indústria 4.0, acesse o Manual da Gestão e Manutenção de Ativos e conheça tecnologias e soluções que podem ajudar o seu negócio.