Entenda as diferenças entre: Manutenção Até a Falha e Manutenção de Falha

Vazamento de água ocorrido por uma falha e falta de manutenção. No caso, uma manutenção de falha deve ser feita, já que não houve operações preventiva.

Entre os profissionais de manutenção e as atividades realizadas no setor, o conceito de falha pode ser definido pela incapacidade de um ativo em desempenhar a sua função.

Enquanto a quebra é caracterizada como um estado, a falha é um evento. Logo, existem aquelas que vão limitar recursos de uma máquina ou equipamento por exemplo, mas não necessariamente provocam uma parada.

As falhas evoluem até o ponto em que acontece a falha total ou a quebra do ativo. As fases de evolução são definidas como:

  • falha oculta;
  • falha potencial; 
  • falha funcional;
  • falha total.

A primeira representa modificações não muito comuns que evoluem gradualmente até que possam ser identificadas em rotinas de inspeções técnicas ou periódicas.

A falha potencial revela itens e/ou componentes que exigem cuidados diante de alguma condição específica, pois acarreta em perda de performance e poder de execução de um ativo.

Quando alcança o próximo estágio, a falha potencial transforma-se na falha funcional do ativo. É o momento em que o equipamento deixa de desempenhar as suas funções básicas e de origem e inviabilizam um processo produtivo, seja nas conformidades de um projeto em períodos de operação.

Manutenção Até a Falha

A manutenção até a falha é aplicada quando ativos apresentam diferentes formas de falhas. É um processo que se torna ineficiente quando as falhas são intermitentes, pois as soluções de correção torna-se cada vez mais difíceis. 

Sistemas pneumáticos e elétricos costumam apresentar isso com frequência. Entretanto, nem sempre ocorre a parada total do equipamento, o que resulta também em uma não parada da cadeia de produção.

Manutenção de Falha

A manutenção de falha é focada em cenários em que as falhas não evoluíram ou não resultaram em quebras de ativos. Ela pode ser feita diante de danos causados por defeitos na matéria prima ou produtos que não vieram de problemas de manutenção.

A compra de um componente com especificações que não estão de acordo com o que está em um projeto, por exemplo, pode resultar em eventuais problemas no funcionamento de uma máquina.

Manutenção Até a Falha x Manutenção de Falha

A manutenção até a falha e a manutenção de falha são dois tipos de operação que podem ser custosas para uma equipe de manutenção de uma empresa. São operações que dependem de deslocamento de equipes, compra de peças e outros fatores.

O caminho mais viável nesses casos é estabelecer parâmetros e processos de análise de problemas e não negligenciar as constantes paradas pela gestão. 

É sempre importante escolher um tipo ou tipos de manutenção que se encaixe no perfil da equipe, negócio e demandas exigidas. O objetivo deve ser sempre em fazer prevalecer o ROI e assegurar mais produtividade.

Para saber mais sobre os diferentes tipos de manutenção, como a manutenção de falha em relação à preventiva, clique aqui e confira mais um artigo sobre o tema.